fbpx

Do lado de dentro.

Uma vida vivida para fora é a exigência do hoje. O lado de dentro na maioria das vezes é ignorado e inexistente.

O movimento determinante do viver é o automático. Presos em ciclos repetitivos, (numa busca por terminar algo, que não se sabe o que é, mas com impulso suficiente para determinar um movimento cíclico doloroso) continuamos.

Ouvindo, construindo e vivendo pelo/para o outro, empregando uma grande quantidade de energia para sustentar os pilares de quem eu devo ser, não pelo querer, mas pelo que é esperado- seguimos.

Acometidos pelo desconhecer dos próprios desejos, inseridos na história de outros, vivendo para fora- rodeado de pessoas-, o sujeito do lado de dentro vive uma solidão pessoal intransferível.

Cumprir um roteiro, desempenhar papéis carregados de obrigações e deveres, são partes do lado de fora.

Agora pare e olhe para você:

O que você vê do seu lado de dentro?

Já parou para pensar onde você está (ou melhor, onde gostaria de estar)?

Por que escolheu fazer o que faz?

Já se perguntou o que você quer?

E mais… Você já se escutou?

Parece algo simples de responder, mas pensando cuidadosamente, ninguém se escuta de fato, por isso, sessões de análise são tão difíceis e a psicanálise tanto implica.

Vivenciar um processo de análise é dar voz a alguém que não conheço.

Como posso confiar nessa… (vamos chamar de: nova parte que emerge a partir do falar)?

Na análise você descobre.

“Do lado de dentro” e “do lado de fora” parecem dois mundos (e são), porém, coabitam juntos. Não julgue um mais importante do que o outro. A vida acontece do lado de fora, é verdade, porém há uma vida psíquica do lado de dentro, cheia de desejos, sensações e sentimentos.

Cuide bem dela.

Carina Fernandes Camacho.
Instagram: @carina.camacho_psicanalista
WhatsApp: (15) 98583011

4 Comments

  1. Eliane Maria Da Silva

    Sensacional o texto.

    1. Carina

      Muito obrigada!😘

  2. Ademir

    Excelente reflexão. Como diz a professora Carina: “permita-se, porém com moderação!”.

    1. Carina

      Excelente Ademir! Beijo grande.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *