fbpx

Por que repetimos comportamentos?

Você já se perguntou por que repete comportamentos que não te fazem bem, como relacionamentos que acabam sempre em frustações, ou se coloca em situações financeiras desastrosas, sem entender exatamente o motivo desses ciclos repetitivos? 

Quantas vezes você já teve a sensação de que parece que gosta de sofrer?

Na psicanálise, encontramos respostas para esses comportamentos, essas repetições que tanto causam sofrimento. O que vivemos hoje, o que repetimos, na verdade, são reflexos de algum evento traumático que aconteceu no passado, principalmente na infância.

Quando nos deparamos com alguma situação que nos causa grande sofrimento, inconscientemente reprimimos e recalcamos aquele conteúdo como uma forma de nos defendermos, para não olharmos mais para o que nos abala, nascendo daí os sintomas, que interferem no desenvolvimento saudável da pessoa. Os sintomas também nos alertam de que algo não vai bem com nossos reais desejos.

E por que repetimos padrões de comportamento?

Porque os traumas não foram trabalhados, o que nos impossibilita de olharmos para eles, de recordarmos o que realmente aconteceu, já que estão recalcados no inconsciente. Por isso nos colocamos em situações onde vamos reviver inconscientemente àquele trauma, àquela situação, onde, repetindo o mesmo padrão de comportamento, tentaremos fazer tudo diferente, tentaremos acertar, porém sem sucesso.

Assim, enquanto esse trauma não for trabalhado, será vivenciado em comportamentos repetitivos, insistiremos buscando padrões que só nos causam sofrimento na tentativa inconsciente de acertar.

E como quebrar este ciclo? Fazendo análise.

No setting analítico, através da associação livre de ideias, da fala, através da transferência, repetindo os comportamentos, as situações com o analista, a pessoa conseguirá olhar para si mesma, entenderá o real sentido da representação que faz com que repita as mesmas ações. Entenderá qual a motivação que a leva a se colocar no mesmo padrão de comportamento.

A pessoa se conscientizará, olhará para o que nunca conseguiu olhar, conseguirá reconhecer todo esse conteúdo e com isso surgirá o novo, a mudança!

Renata Posada João – Psicanalista
Whatsapp: (11) 9.9448-8981
Instagram: @renataposada.psicanalista

2 Comments

  1. Cristiano Paim

    Excelente texto professora Renata, falou alto em mim. Grato por compartilhar e me fazer refletir sobre as minhas questões.

  2. Marines Duarte

    Os relacionamentos abusivos podem ser um exemplo de algum trauma da infância , porque tem pessoas que saem de um relacionamento tóxico e entram em outro , outro … Como se num ciclo repetitivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *